Avaliação do Comportamento dos Funcionários

Você sabe a importância de avaliar o comportamento e o desempenho dos seus funcionários? 
 
Aprenda em 5 dicas práticas para você que é profissional de Recursos Humanos (RH), ou faz gestão de pessoas, como fazer as avaliações de comportamento dos seus colaboradores.
 
Todos sabemos que bom desempenho é relativo. Varia muito de empresa para empresa e de gestor para gestor.
 
Portanto, vamos te ajudar com 5 técnicas práticas para você conseguir medir a produtividade da sua equipe.
 
Vamos lá!
 

DICA 1 - Organize-se em uma planilha

 
Coloque em uma planilha todos os pontos positivos, aqueles a desenvolver e todas as vezes que você notou um comportamento negativo ou positivo dos seus colaboradores no dia a dia. 
 
Olhe esta planilha pelo menos 1 vez por mês e veja se é necessário dar feedback para o colaborador, com o objetivo de melhorar o desempenho e comportamento do mesmo, visando manter uma equipe alinhada com as metas e objetivos da empresa. 
 
 

DICA 2 - A autoavaliação

 
Esse é um processo muito usado nas empresas e gera resultados muito bons. Você pode pedir para o seu colaborador se autoavaliar mensal ou trimestralmente. Depois da autoavaliação, vocês podem se juntar para conversar sobre.
 
Esse é um processo extremamente importante, pois dá a oportunidade para o colaborador refletir sobre seus comportamentos, o que pode melhorar e até o que já evoluiu. Além disso, você vai conhecer o seu ponto de vista, como ele se enxerga para juntos chegarem a soluções de possíveis soluções de problemas ou melhorias.
 
Esta avaliação pode ser feita através de e-mails, preenchimento de formulário impresso ou também pelo preenchimento de uma planilha. Mas lembre-se: quem preenche ela é o colaborador.
 

DICA 3 - Avalie metas e objetivos

 
Este método de avaliação é baseado em você criar metas mensuráveis para seus colaboradores e medir se eles estão perto ou longe delas. Dessa forma, você vai entender como seu colaborador se comporta com uma meta, se ele está motivado ou desmotivado por ela e qual o nível de confiança ele tem no próprio trabalho.
 
Porém, o avaliador deve estar atento se o colaborador não vive bem com uma meta, e pensar em uma forma de não desmotivá-lo, ou pensar se para a empresa é muito importante trabalhar com metas e pensar em como ajudar ele a mudar seu mindset. No caso do colaborador mostrar resistência, talvez seja necessário substituí-lo.
 

DICA 4 - Avaliação 360º

 
Esse modelo de avaliação é feito por todos os colaboradores da empresa. É fundamental que ninguém fique de fora desta avaliação, nem gestores, nem gerentes, nem diretores. Neste caso, deve-se pensar em uma forma rápida e anônima de fazer avaliação para que subordinados não se sintam intimidados de dar feedbacks
 
 

DICA 5 - USE O MÉTODO DISC

 
O método DISC é um dos mais eficazes na hora de traçar perfil comportamental dos colaboradores. A diferença deste método é que ele antecipa o que esperar do seu colaborador ao invés de avaliar com o tempo.
 
O método se baseia nos estudos de William Moulton Marston sobre o comportamento humano. Ele definiu que os comportamentos humanos podem ser classificados por:
 
DOMINANTE - Essa pessoa lida muito bom com problemas e desafios, ele pode até chegar a ser líder por não ter problemas em lidar com desafios, mas ela precisa se policiar bastante para não dominar tudo e esquecer dos colaboradores da sua equipe. O perfil dominante é focado em resultados, além do seu "poder" dominador, é focado, direto e competitivo. 

INFLUENTE - Ele é um líder nato, tem muita facilidade de engajar uma equipe, distribuir tarefas, é comunicativo e espontâneo. Pode ser usado em cargos de coordenação, chefia, liderança. Por ser um perfil focado em pessoas, é necessário ter atenção redobrada quanto à entrega de resultados, pois em sua preocupação com o bem-estar do próximo o influente pode deixar os resultados da empresa em segundo plano. 

Além de sua influência, podemos considerar outras características, como a possessividade, comunicação, espontaneidade e a alegria ao fazer as coisas, envolvendo quem está por perto. 

ESTÁVEL - Essa é a pessoa leal, que todas pessoas querem ter na equipe e dentro de uma empresa. Trabalha muito bem com processos bem definidos e ama a estabilidade no trabalho. Ele só pode apresentar dificuldades na hora da mudança de planos, pois cria itinerários para a sua produtividade. 

Este perfil não quer guerra com ninguém. Além de sua estabilidade, outras características que compõem o estável, são a segurança, o conforto, conservadorismos e a facilidade em trabalhar com outras pessoas.  

CAUTELOSO - Este é um indivíduo perfeccionista e detalhista. Se você quer um trabalho rápido, talvez não seja ele que você deva procurar, mas se você quer um trabalho bem executado, com certeza é o perfil cauteloso que você deve direcionar as tarefas. O cauteloso não "dá ponto sem nó" quando diz respeito das suas demandas. É extremamente lógico, organizado, segue sempre os processos internos de uma empresa e, claro, é focado em resultados.

 
O DISC pode ser aplicado por preenchimento de um questionário e, depois de cruzadas as respostas, o profissional de RH deve traçar o perfil comportamental do colaborador. Porém, nós percebemos um padrão entre os profissionais de RH que é a falta de tempo para fazer as avaliações. Por isso criamos um processo 100% online para fazer o teste DISC e com o resultado da avaliação feito em minutos. 
 
Você gostaria de avaliar o perfil comportamental de seus colaboradores? Clique no botão abaixo e entre em contato com nossa equipe de especialistas para saber mais como fazer uma avaliação DISC pode te ajudar a avaliar o comportamento de cada funcionário.

WhatsApp